A exposição itinerante “Extinção – O fim ou o início”, do Museu de História Natural de Londres, chega à Alfândega do Porto a 28 de maio para retratar o “fascinante e controverso” tema da extinção, através dos espécimes icónicos das coleções do museu britânico, inaugurado em 1881.
Certificada pela experiência e conhecimento de cerca de 300 cientistas que colaboram com o museu, a exposição apresenta mais de 60 espécies, entre as quais se incluem alguns dos elementos mais icónicos das coleções daquela instituição: fósseis de dinossauros e de outras espécies extintas há milhares de anos, espécies recentemente extintas, como o golfinho de rio Baiji, na China, e outras espécies que se encontram em vias de extinção, mas que ainda poderão ser salvas.
Com uma forte componente de sensibilização, a mostra é, também, fortemente marcada pelo caráter interativo, permitindo a participação dos visitantes e adaptando-se aos diferentes públicos e faixas etárias.
“Extinção – O fim ou o início” ocupará no Porto mais de 1000 metros quadrados de área expositiva e contará com dezenas de filmes e audiovisuais dinâmicos, bem como diversas atividades e jogos interativos.
Em Londres, uma das áreas mais procuradas na exposição foi um jogo interativo de simulação, em que os visitantes testam as suas estratégias de sobrevivência através da orientação e adaptação das suas espécies virtuais para evitar ataques de meteoritos, erupções vulcânicas e mudanças climáticas.
Facebook
Twitter
Instagram