A tensão acabou. Os Bombeiros Voluntários de Vila do Conde, que tinham pedido para passar à reserva em protesto contra a atual administração, retomaram os postos de trabalho, tudo porque já estão marcadas novas eleições para 24 de março.

O assunto causou polémica uma vez que a resposta às ocorrências esteve em risco por falta de meios humanos durante o período de contestação.

 

Facebook
Twitter
Instagram