As zonas do Campo Alegre e do Hospital de São João foram contempladas com dois Pontos de Acesso CTT, de acordo com comunicação feita hoje pela empresa a propósito da reorganização da sua rede na cidade e que tinha motivado um protesto formal da Câmara do Porto.

Na sequência do encerramento dos balcões da Praça da Galiza (Boavista/Campo Alegre) e da Asprela (Paranhos), os CTT anunciaram a abertura do novo Posto de Correios “Campo Alegre”, já em funcionamento desde a passada segunda-feira, e o investimento numa nova Loja CTT São João, a abrir na próxima segunda-feira (dia 19). Esta última integrará o Banco CTT e será “uma das mais modernas do país”, aponta a empresa.
Referindo que o plano de transformação visa “garantir uma maior proximidade à população”, os CTT sublinham que o novo Posto de Correios “Campo Alegre” (sito na Rua do Campo Alegre, n.º 254) dista apenas 350 metros da Loja CTT Galiza, cujos serviços irá receber.
Por seu lado, a nova Loja CTT São João resultará da relocalização da atual loja Amial e irá, também, receber os serviços da Loja CTT Asprela.
“A integralidade dos serviços postais, a que se juntam ainda o pagamento de vales de prestações sociais e de faturas, continuarão a estar disponíveis nestas novas localizações, sem qualquer descontinuidade do serviço à população”, assegura a empresa, considerando cumprir deste modo “o seu objetivo de manter a proximidade com as populações no decurso do ajustamento da sua rede de retalho”.
A informação divulgada refere ainda que este ajustamento da rede de retalho dos CTT não tem qualquer impacto na distribuição de correio, uma vez que a rede de carteiros é totalmente autónoma.
Facebook
Twitter
Instagram