Ciclista da W52-FC Porto terminou com o 64.º tempo, a 2m19s do vencedor Geraint Thomas.

Concluído o contrarrelógio individual que fechou a primeira metade da 44.ª edição da Volta ao Algarve, José Neves foi o melhor entre os corredores da W52-FC Porto que na tarde desta sexta-feira saíram para o percurso de 20,3 quilómetros com início e fim em Lagoa.
A uma média de 46 quilómetros por hora, o reforço para 2018 da equipa portista, que tem no contrarrelógio uma das suas especialidades, foi o 64.º a cortar a meta, com o tempo de 26m29s, gastando mais 2m19s do que a melhor marca.
Esse tempo foi estabelecido pelo camisola amarela Geraint Thomas (Sky), que se impôs à concorrência com a marca de 24m09s, 11 segundos mais rápido do que o segundo (Victor Campanaerts, da Lotto Soudal) e 19 do que o terceiro (Stefan Kung, da BMC). A vantagem para o segundo da geral, que é o companheiro de equipa Michal Kwiatkowski, é agora de 22 segundos.
Quanto aos portistas, o melhor da geral continua a ser César Fonte, no 31.º lugar (a 3m16s), seguido por Gustavo Veloso (43.º, a 4m28s) e José Fernandes (55.º, a 5m16s).
No sábado, na quarta e penúltima tirada, o pelotão irá percorrer a etapa mais longa da prova, numa extensão de 199,2 quilómetros. A ligação entre Almodôvar e Tavira não apresenta dificuldades de montanha e por isso prevê-se mais uma etapa com chegada ao sprint.

Facebook
Twitter
Instagram