A direção dos Bombeiros de Vila do Conde diz que nenhum dos cerca de 60 operacionais fez chegar um pedido para integrar os quadros de reserva.

A reação do órgão diretivo já mereceu um comentário por parte da Associação Nacional de Bombeiros e Agentes de Proteção Civil, que repudia a posição da direção uma vez que só mostra não estar a par da legislação em vigor.

Facebook
Twitter
Instagram