A empresária angolana Isabel dos Santos, acionista maioritária da Efacec, inaugurou na Maia nova unidade de produção de carregadores rápidos para automóveis elétricos.
A empresa portuguesa, que já lidera o mercado mundial de carregadores rápidos e ultra rápidos, investiu 2,5 milhões de euros na construção de uma nova unidade fabril. A aposta é solidificar aquela liderança e incrementar o peso da mobilidade elétrica nos negócios da empresa, que prevê atingir em 3 anos a fasquia dos 100 milhões de euros de faturação nesse setor específico. O investimento prevê igualmente aumentar de forma gradual os postos de trabalho criados, até atingir em 2025 o número de 400 empregos qualificados, para permitir responder às crescentes solicitações dos gigantes mundiais da indústria automóvel com quem a Efacec tem já parcerias.
Além de Isabel dos Santos, na cerimónia estiveram presentes o Ministro da Economia, Caldeira Cabral e o Presidente da Câmara Municipal da Maia, António Silva Tiago.

Silva Tiago, na sua intervenção lembrou que “a Câmara Municipal da Maia tem vindo a concretizar um conjunto de medidas que visam fazer com que a Maia, seja o primeiro território concelhio com balanço de carbono zero.” Anunciou ainda que a autarquia comunga do alinhamento estratégico da Efacec e está fortemente empenhada no seu designio de descarbonização do concelho, um projeto que contempla, entre outras ações, “medidas específicas para a mobilidade elétrica, nomeadamente a instalação de postos de carregamento, tarifas de estacionamento reduzidas ou nulas para veículos elétricos, entre outros incentivos. Um investimento que ultrapassará um milhão de euros.

 

Facebook
Twitter
Instagram