O IndieJúnior – 2.º Festival Internacional de Cinema Infantil e Juvenil do Porto encerrou ontem no Teatro Rivoli com a entrega de prémios.

Na Competição Internacional, em que estavam inscritos cerca de 50 filmes, o júri oficial atribuiu o Grande Prémio Longa Metragem à ficção “O Professor Sapo”, de Anna van der Heide (Holanda, 2016).
A animação “O Espaço que Resta “, de Max Porter e Ru Kuwahata (França, 2017), recebeu o Grande Prémio Curta Metragem.
O júri da competição internacional decidiu ainda atribuir uma menção honrosa a “Realidade Oculta”, de Kim Brand (Holanda, 2017).
Já o Grande Prémio do Público DoctorGummy foi atribuído ao filme “Quero Viver no Jardim Zoológico”, de Evgenia Golubeva (Rússia, 2017).
Por fim, o Prémio Escolas para Melhor Filme foi atribuído pelo Júri Escolas à ficção “A Sra. McCutcheon”, de John Sheedy (Austrália, 2017).
O júri da competição internacional foi composto pela ilustradora Joana Estrela, pela programadora Manuela Lima e pelo realizador Paulo D’Alva.
A segunda edição do IndieJúnior teve início no dia 30 de janeiro e, ao longo de uma semana, exibiu filmes dirigidos ao público infantil e juvenil Teatro Municipal Rivoli, na Biblioteca Municipal Almeida Garrett e no Cinema Trindade. Chamou milhares de pessoas e contou com a expressiva participação do público das escolas – mais de quatro mil alunos e professores.
Facebook
Twitter
Instagram