A Associação de Bares da Zona Histórica do Porto (ABZHP) criticou as propostas partidárias sobre a proibição da utilização de louça descartável na restauração, considerando mesmo “irresponsável” acabar com os copos e ou vasilhames de plástico.

No Porto, pelo menos desde 2016, o regulamento da movida na Baixa da cidade proíbe os estabelecimentos de restauração ou bebidas de venderem “alimentos ou bebidas para consumo na via pública” a partir das 21:00, bem como a venda dos mesmos produtos na rua, para tentar compatibilizar a animação noturna com o descanso dos moradores.
As propostas de projetos de lei do PEV, que teve a iniciativa, PAN, BE e PCP, a defender a proibição da utilização de louça descartável na restauração, foram debatidas em plenário da Assembleia da República, terminando com a deputada Heloísa Apolónia, do Partido Ecologista os Verdes, a pedir ao PS “para não inviabilizar” que o processo siga para discussão na especialidade.

Facebook
Twitter
Instagram