A rede Andante vai passar a vigorar em toda a rede de transportes públicos urbanos de Matosinhos no dia 1 de fevereiro, data em que as últimas linhas da operadora Resende serão integradas nesse tarifário.

Esta medida permitirá agora que os utentes do operador Resende das linhas 116, 120, 122 e 123 passem a ter acesso a outros modos de transporte público – Metro, CP e STCP – com um único título de viagem e em condições mais competitivas.
O alargamento da rede Andante em Matosinhos à operadora Resende tem acontecido, refira-se, de modo gradual, permitindo aumentar a adesão dos utentes ao tarifário multimodal da Área Metropolitana do Porto.
O resultado do alargamento da rede cifra-se num aumento de 154 288 validações, entre 2016 e 2017.
O alargamento do tarifário Andante a toda a rede de transportes públicos de Matosinhos constituiu, recorde-se, uma das imposições das autoridades municipais e metropolitanas para que a operadora Resende possa continuar a operar até final de 2018, num contexto em que a Área Metropolitana do Porto prepara o novo concurso de transportes públicos.
Para além do alargamento do Andante a todas as linhas de transporte público concessionadas no concelho, a Câmara Municipal de Matosinhos e a Área Metropolitana do Porto impuseram ainda à Resende a substituição, no primeiro semestre de 2018, de pelo menos mais oito viaturas da atual frota.

 

Facebook
Twitter
Instagram