O presidente da Câmara do Porto declarou esta tarde que vai propor ao seu Executivo a classificação do Teatro Sá da Bandeira.
A decisão decorre da posição assumida pela Direção Geral do Património Cultural (DGPC) que, dias antes, veio comunicar que os municípios não carecem de parecer prévio favorável para a classificação de imóveis de interesse municipal, contradizendo o entendimento geral havido sobre a matéria, incluindo a informação que sempre propalou. Assim sendo, depois de classificado e, igualmente, protegido, Rui Moreira vai propor a desistência da sua aquisição por intermédio do exercício do direito de preferência.
Facebook
Twitter
Instagram