Passageiros enviam opiniões e serão realizados mil inquéritos.

Os passageiros do metro do Porto estão a fazer chegar à empresa comentários sobre a composição remodelada que está a circular na linha de Gaia desde anteontem com todos os bancos encostados às laterais. Há críticas e sugestões enviadas por email ou pelas redes sociais, pedindo, por exemplo, a colocação de mais pegas. No próximo mês, serão realizados mil inquéritos aos clientes, admitindo a empresa introduzir melhorias ou alterar a configuração do protótipo no final da auscultação, altura em que decidirá se aplica o modelo aos outros veículos.
A composição remodelada, desenhada essencialmente para as linhas Violeta, que serve o aeroporto, e Amarela, entre Santo Ovídio e São João, tem mais espaço para bagagens e passageiros, mas menos lugares sentados (de 58 para 50) e obriga a utilizar sobretudo os varões junto ao teto na zona do meio, o que motivou no primeiro dia várias queixas por parte dos passageiros.
Os pontos de apoio horizontais estão colocados a 1,95 metros de altura em frente à zona das portas e a 1,90 metros nos restantes locais, como a área que fica entre as duas filas de bancos laterais. No modelo que está em teste durante três meses foram introduzidas também pegas inferiores entre alguns bancos. Os varões verticais existentes na frota tradicional mantiveram-se junto às portas.

Facebook
Twitter
Instagram