A Delegação da Cruz Vermelha da Póvoa de Varzim promoveu, no passado sábado, 20 de janeiro, um jantar solidário a favor da Casa do Regaço, no Casino da Póvoa.

O evento, que teve como objetivo a angariação de fundos para o Centro de Acolhimento Temporário de Crianças e Jovens em Risco, contou a presença do Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, Aires Pereira.
O edil referiu-se aos 10 anos da Casa do Regaço, em que “tivemos um percurso, em primeiro lugar, de procura de apoios”, acrescentando que “nem sempre são razões materiais que nos movem, muitas vezes é a presença, a ida à Casa do Regaço, poder estar com as crianças e jovens da Casa”. E a este propósito, recordou o Jantar de Natal e a alegria com que este momento foi vivido por todos.
O Presidente da Câmara falou do projeto iniciado há dois anos, com os apartamentos autonomia de vida, destinados a jovens que atinjam a maioridade: “não os deixamos na rua, não os voltamos a por na rua. Quando os acompanhamos nesta fase pretendemos dar-lhes as ferramentas necessárias para poderem, aí sim, enfrentar a rua”.
Aires Pereira agradeceu a colaboração de todos os presentes e de “todos os que oferecem um pouco do vosso tempo a quem precisa muito do nosso tempo”.
O Presidente assumiu ainda que “é tempo de o Município prestar um reconhecimento a quem nos tem mobilizado para esta Casa”, acrescentando que “terei muita honra em, no dia 16 de junho, Dia da Cidade, entregar a Medalha de Reconhecimento Poveiro não à Casa do Regaço mas às duas pessoas que têm sido a alma da Casa: à Luísa Quintas e à Luísa Moreira”.
O autarca espera que este reconhecimento também possa ser “um estímulo para arrastar mais gente para que consigamos continuar a fazer da Casa do Regaço um exemplo para o país e um orgulho para a Póvoa de Varzim”.

Facebook
Twitter
Instagram