“Adeus Campos Felizes” é o nome da primeira sessão do ano do ciclo Quintas de Leitura, que se realiza no dia 18, a partir das 22 horas, no auditório do Teatro Campo Alegre. A esta iniciativa municipal regressa o poeta Rui Lage, que será acompanhado por muitos outros artistas.
Conforme é exposto no website do Teatro Municipal do Porto, a poesia de Rui Lage “deixa-se ler como trabalho de luto pelo mundo campestre tal como este existiu até finais do século XX, sátira daquilo em que se metamorfoseou e exorcismo da tradição poética que desde a Antiguidade se ocupou a sublimá-lo”. Chega-se assim ao nome da sessão, com o livro “Estrada Nacional” a indicar “a despedida dos campos felizes e infelizes da memória coletiva e pessoal, estorvada pelo receio do desenraizamento, numa tensão entre a partida e o (impossível) regresso”.
Vencedor, em 2016, da 10.ª edição do Prémio Literário Fundação Inês de Castro, Rui Lage acaba de ganhar o Prémio Revelação Agustina Bessa-Luís com o romance “Invisível”, uma abordagem ficcional ao lado mais oculto de Fernando Pessoa.
Nesta sessão, Rui Lage é acompanhado por Manuela de Melo (apresentação e conversa com o poeta convidado), Maria do Céu Ribeiro e Paulo Campos dos Reis (leituras), Rui David (voz e guitarra, música entre leituras), Renato Roque (fotografia) e E-NXADA (Jorge Santos, Rodrigo Matos e Vasco Gomes), um momento de novo circo inspirado no universo dominante do espetáculo.
A fechar a noite, estreia-se nas Quintas de Leitura o projeto musical “Aquilo que vocês quiserem”, formando pelas vozes de Ana Conceição, Beatriz Rola, Catarina Valadas, Patrícia Lestre e Sara Silva, acompanhadas por instrumentos de bolso. O repertório baseia-se em arranjos e novas versões de músicas de bandas sonoras de filmes.
Facebook
Twitter
Instagram