Mais de 50 filmes a concurso, programação paralela com oficinas gratuitas, sessões amigas de deficientes auditivos, conversas com realizadores, exposição, debate e baile fazem a 2.ª edição do IndieJúnior Allianz – Festival Internacional de Cinema Infantil e Juvenil do Porto, que decorre entre 30 de janeiro e 4 de fevereiro. 
A programação foi hoje revelada em conferência de imprensa no Teatro Rivoli que, juntamente com o Auditório da Biblioteca Municipal Almeida Garrett e o Cinema Trindade, receberá as múltiplas atividades do festival coproduzido pela Câmara do Porto.
Propondo o conhecimento do cinema e, mais importante, “o pensamento sobre o cinema”, como apontou o adjunto do presidente da Câmara para a Cultura, Guilherme Blanc, o IndieJúnior Allianz traz seis dias dedicados a apresentar a crianças, jovens e famílias o cinema infantil e juvenil mais criativo e original que se faz pelo mundo fora. O festival, que conta com um reforço orçamental de 2500 euros por parte da autarquia, traz também oportunidades para falar com profissionais do setor, participar em oficinas relacionadas com o universo do cinema e outras atividades que possam estimular a curiosidade e o interesse, pois “queremos que seja potenciador de vocações”, afirmou Nuno Sena, da direção do evento.
O responsável – que sublinhou os 14 anos de experiência adquiridos com a realização de um festival idêntico em Lisboa – recordou o sucesso alcançado com a estreia do IndieJúnior Alianz no Porto, no ano passado, quando conquistou mais de 5000 espectadores. Números que a organização pretende ver subir aos 8000 com a nova edição, a qual espera deixe também um importante lastro, pois “os filmes continuam depois de acabar: na cabeça, na imaginação”.
Facebook
Twitter
Instagram