Segue-se uma prova de que a escrita não tem idade nem género. Em Cucujães, Oliveira de Azeméis, encontramos uma menina que, com apenas 9 anos, escreveu o primeiro livro. Trata-se de um romance policial sobre gatos.

Facebook
Twitter
Instagram