A Câmara do Porto já pode avançar com a expropriação dos terrenos que vão possibilitar a construção do Terminal Intermodal de Campanhã, uma das mais importantes e decisivas obras para o desenvolvimento da zona oriental e para a mobilidade de toda a cidade.

A decisão, tomada por unanimidade na reunião de Executivo desta quinta-feira, tem também prevista uma solução alternativa para a expropriação do campo de futebol Ruy Navega.
Como explicou o presidente Rui Moreira, a transferência do campo de futebol está acautelada para um terreno que se localiza abaixo das piscinas de Campanhã, que já se encontra inserido na ORU (Operação de Reabilitação Urbana) de Campanhã. Aliás, esse terreno resulta de uma troca estabelecida entre o Município do Porto e a Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte, no âmbito da construção do Novo Centro de Saúde de Ramalde.

Facebook
Twitter
Instagram