Por estes dias, é possível apreciar a cidade iluminada a mais de 75 metros de altura, do alto da Torre dos Clérigos. A estrutura ex-libris do Porto está novamente aberta à noite, das 19,00 às 23,00 horas. 
De acordo com a Irmandade dos Clérigos, a intenção é oferecer a todos os que visitam o Porto “uma experiência única” nesta quadra festiva. 
A Torre está aberta a visitas noturnas até 30 de dezembro, exceto nos dias 24 e 25.
O bilhete (adulto) tem um custo de cinco euros por pessoa.
Lembrar a História
Encomendada pela Irmandade dos Clérigos ao arquiteto italiano Nicolau Nasoni, a torre sineira que viria a dominar a paisagem urbana do Porto começou a ser construída em 1754. Em julho de 1763, com a colocação da cruz de ferro no topo e a imagem de São Paulo no nicho sobre a porta, deu-se por concluída a obra.
De inspiração barroca, a Torre dos Clérigos convida a subir 225 degraus. Do seu topo divisa-se o cenário portuense numa perspetiva a 360°.
O conjunto arquitetónico dos Clérigos, no que se inclui a Igreja e a Casa da Irmandade (atual museu), foi classificado Monumento Nacional em 1910. Este importante património foi alvo de uma profunda reabilitação em 2014. Ao abrigo deste projeto de valorização, tornou-se possível, na Torre, realizar um percurso interpretativo por salas temáticas que dão a conhecer a história da Irmandade, do edifício e de Nicolau Nasoni.
Facebook
Twitter
Instagram