O presidente da Câmara do Porto revelou que pretende demolir alguns quiosques da cidade sem “interesse em particular”, nomeadamente o de S. Lázaro, que há mais de um ano acolhe a associação organizadora das “Viagens do Piorio”.

Na reunião camarária pública, o independente Rui Moreira anunciou ainda que a Associação Simplesmente Notável, uma entidade de “defesa do património” que organiza as ‘Worst Tours’ (Viagens do Piorio) desde 2012 e ocupa o quiosque de S. Lázaro há cerca de um ano e meio, pode permanecer no local até junho, data do fim do contrato de cedência assinado com a autarquia, após o que avançará a demolição do imóvel.
“Queremos retirar da via pública aquele e alguns dos outros quiosques que não têm interesse em particular, mas adiamos a decisão de demolição do de S. Lázaro. Estamos em condições de vos deixar permanecer no espaço até ao fim o contrato atual, apesar de haver justificação para a denúncia [a associação foi notificada para deixar o espaço até 26 de dezembro]”, afirmou Moreira.
O anúncio da decisão de cancelar a denúncia da cedência do quiosque de S. Lázaro às Viagens do Piorio foi feito depois das queixas do representante da associação, o arquiteto Pedro Figueiredo.

Facebook
Twitter
Instagram