Capitão do FC Porto é o rosto da última edição de 2017, mas não é o único destaque da edição 373 da revista.

Héctor Herrera é o grande destaque da edição de dezembro da revista Dragões e é com um discurso de confiança quase contagiante que o capitão do FC Porto fala sobre a confiança, crença e espírito de conquista que se vive por estes dias no balneário. A cumprir a quinta época de Dragão ao peito, o que faz dele o jogador mais antigo do plantel, o mexicano garante que todos querem ganhar, mas ninguém mais do que ele. A boa relação com Sérgio Conceição e a forma como lida com o caráter do treinador é também um dos pontos altos da entrevista em que camisola 16 deixa também uma mensagem para o balneário: “Se queremos conseguir coisas grandes e importantes, temos de acreditar que somos os melhores. Mas não basta dizermos que somos os melhores, temos de trabalhar como os melhores e demonstrar dentro do campo.”
Herrera e os restantes companheiros foram determinantes para a passagem aos oitavos de final de Liga dos Campeões e é precisamente com os números da fase de grupos que começamos já a preparar o jogo com o Liverpool. São muitos números, mas não só para inglês ver. E por falar em números, também há muitos relacionados com o Estádio do Dragão, pela ocasião do 14.º aniversário da sua inauguração.

Na viagem ao passado, esta edição traz-nos não uma, mas duas sugestões. Na rúbrica “Os Imortais” recuamos até ao início do século XX para lembrar João Lopes Martins, enquanto na “Nota 10” é lembrado o também ex-futebolista Barbosa, que fica para sempre ligado ao célebre campeonato do Calabote.
Sobre um passado não tão longínquo, há também para ver o artigo que recorda os 30 anos da vitória na Taça Intercontinental. A memória foi avivada com os testemunhos de Fernando Gomes e de Lima Pereira, que aproveitaram a ocasião para voltar a erguer a tão desejada taça.
Na visita guiada deste mês fomos ao encontro do basquetebolista sérvio Sasa Borovnjak e é ele que nos guia pelos principais pontos de interesse da cidade do seu coração: Belgrado. Entre pontos turísticos e culturais a não perder, há, claro, as sempre úteis dicas gastronómicas para registar.
No que respeita à rúbrica “Passe de Letra”, desta vez tem a palavra o argentino Reinaldo Garcia. Aos 34 anos, o homem que já ganhou tudo que há para ganhar, ganhou nesta edição mais quatro páginas dedicadas a si, nas quais são traçados cronologicamente os pontos altos da sua recheada carreira.

 Continuamos nas modalidades e no hóquei em patins para lhe dizer que, além de Reinaldo Garcia, na Dragões deste mês pode ainda ler uma entrevista ao avançado Álvaro Morais, na qual o jogador formado no FC Porto fala um pouco sobre a sua ainda curta carreira.
O espaço das modalidades fica fechado com um trabalho sobre o ex-basquetebolista Dale Dover e com uma entrevista ao ex-andebolista Ricardo Moreira, agora treinador das equipas B e júnior dos Dragões.
Facebook
Twitter
Instagram