Destacam-se uma exposição de desenhos de Siza Vieira e uma homenagem aos pescadores da Afurada.

Em 2018, a Onda Bienal, uma organização da Cooperativa Cultural Artistas de Gaia com apoio da Câmara Municipal, está de regresso a Vila Nova de Gaia. Implementada nos anos de interregno da Bienal de Gaia, a Onda Bienal tem contribuído para que o concelho se afirme, ao longo do tempo, como uma «Cidade das Artes».
A apresentação oficial decorreu a 14 de Dezembro, na Casa Museu Teixeira Lopes, na presença do presidente da Cooperativa Cultural, Agostinho Santos, e da vereadora da cultura da Câmara Municipal de Gaia, Paula Carvalhal.
De um total de mais de duas dezenas de atividades, uma exposição de desenhos de Siza Vieira e uma homenagem aos pescadores são alguns dos destaques da iniciativa, estando previstas atividades em vários espaços do concelho, nomeadamente a Biblioteca Municipal, o Gabinete da Bienal de Gaia, o Centro Interpretativo do Património da Afurada ou a Casa Museu Teixeira Lopes. Estão, também, previstas iniciativas fora de Vila Nova de Gaia. “Queremos levar a marca da Bienal a vários municípios do país, nomeadamente onde não é muito habitual haver exposições”, afirmou Agostinho Santos, acrescentando ser objetivo deste projeto “estreitar relações entre os artistas, levar a Gaia a grandes artistas, habituar o público da Área Metropolitana do Porto e da região norte a um calendário de exposições frequente e divulgar a Bienal que decorrerá em 2019”.

Facebook
Twitter
Instagram