A responsável pelo urbanismo da Câmara Municiapl da Maia terá sido afastada de funções de diretora depois de se ter tornado público, através do Porto Canal, que a sua habitação estará ilegal, tendo sido feitas obras que alegadamente não foram licenciadas.

A diretora do departamento do Ambiente, Planeamento e Gestão Urbana da autarquia da Maia estará também a ser alvo de um processo disciplinar.

Facebook
Twitter
Instagram