Supremo Tribunal de Justiça atenua dois anos à pena de prisão por considerar que o arguido tem apoio familiar e está socialmente inserido.

O ex-tesoureiro da União de Freguesias de Santa Marinha e S. Pedro de Afurada, em Gaia, foi condenado, no Supremo Tribunal de Justiça (STJ), a uma pena de oito anos de prisão por crimes de abusos sexuais e violação. Após recurso, José Correia da Silva obteve uma atenuação de dois anos relativamente à pena (10 anos) aplicada em primeira instância.

 

Facebook
Twitter
Instagram