Na próxima sexta-feira, 1 de dezembro, arranca oficialmente o programa natalício no Porto, com a inauguração da Árvore de Natal e das iluminações de rua. Como é já tradição, milhares de pessoas são aguardadas nos Aliados. Há, por isso, alguns condicionamentos de trânsito a assinalar e uma recomendação a fazer: venha assistir à celebração tranquilamente, usando os transportes públicos.

A Árvore de Natal, erguida na Praça General Humberto Delgado, é inaugurada pelas 17,30 horas, num momento acompanhado com um espetáculo de fogo-de-artifício e um concerto. Devido à esperada forte afluência de público – no ano passado juntaram-se 50 mil pessoas – e de modo a garantir-se a segurança de todos, foi criado um plano de mobilidade para o evento.
Em torno dos Aliados e arruamentos próximos, será estabelecido um perímetro de segurança entre as 16 e as 20 horas de sexta-feira, com formação de uma área interdita ao trânsito. Para chegar-se ao “coração” da festa, sugere-se o uso dos transportes públicos, Metro ou STCP. Nos parques de estacionamento inscritos nesta área só poderão entrar veículos até às 16 horas ou depois das 20 horas; dentro desse período será possível apenas retirar as viaturas.
A acompanhar a área interdita formam-se duas áreas com trânsito condicionado, com as condições de circulação a serem asseguradas e decididas pelas forças policiais.
Conforme o plano de mobilidade criado para o evento, a modalidade “park and ride”, com validação do Andante, será aplicada nos parques de estacionamento da Casa da Música, Campo Alegre e Campo 24 de Agosto, onde será possível estacionar o carro por 0,95 euros, por um período de 12 horas, e apanhar metro ou um autocarro da STCP que circule até à Baixa do Porto.
Se a opção for mesmo o uso do automóvel, recomenda-se que o acesso aos Aliados seja efetuado até às 15,30 horas e que se estacione nos parques sinalizados no mapa. A Câmara adverte para não se estacionar em zonas/ruas interditas.
Eventualmente, os cortes de trânsito previstos poderão ser alargados na sua extensão – área condicionada – se as condições de segurança o determinarem.
Com a segurança desejada, começa o Natal no Porto. Este ano, a autarquia apresenta um programa festivo que se prolonga por cinco semanas.
Facebook
Twitter
Instagram