A Direção Regional de Cultura do Norte estima que em maio comecem os trabalhos de restauro da nave central e da capela-mor da Igreja de Santa Clara, no Porto.

O anúncio foi feito nesta sexta-feira ao JN por António da Ponte, responsável por aquela entidade, no final da cerimónia de assinatura de protocolos de mecenato, que contou com a presença do ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes.
Na igreja estão a ser feitas obras de conservação e restauro do recheio artístico do coro alto e do coro baixo, estando a decorrer o procedimento do concurso público para a intervenção no corpo principal do monumento.
Os trabalhos vão prolongar-se até 2019 e, no total, representam um investimento de 2 milhões de euros, comparticipados em 85% por fundos comunitários. A cerimónia formalizou a contrapartida nacional no projeto, assegurada por dois mecenas: Irmandade dos Clérigos (195 mil euros) e Fundação Millennium BCP (100 mil).

Facebook
Twitter
Instagram