Clube contesta na Relação decisão do tribunal cível de não proibir diretor do F.C. Porto de divulgar mensagens do seu correio eletrónico.

O Benfica garante que a contínua divulgação de mensagens de correio eletrónico dos seus dirigentes, em violação de “segredos de negócio”, tem provocado um “enfraquecimento da ligação emocional dos adeptos” ao clube, que se traduzirá em menor assistência aos jogos, menor “apetência comercial” e menos receitas. A afirmação consta no recurso contra a sentença do Tribunal Cível do Porto que recusou a providência cautelar pedida pelos encarnados que visava proibir o F. C. Porto e o seu diretor de comunicação de continuar a divulgar emails supostamente comprometedores.

Facebook
Twitter
Instagram