Duas mulheres foram assassinadas pelos companheiros. Em Amarante, um reformado recusava aceitar a separação. No Porto, o cadáver foi encontrado sete dias após o homicídio.

Em Amarante, são sepultados, este sábado de manhã, os corpos de Ilda Maria Pinheiro Coelho, de 50 anos, e de António Maria Sousa, de 61 anos, encontrados sem vida. A PJ tem a forte convicção de que ele matou a mulher e depois se suicidou, por enforcamento.

Facebook
Twitter
Instagram