O Sporting expulsou o antigo vice-presidente, Paulo Pereira Cristóvão, acusado de violar os deveres do clube.

“O Sporting Clube de Portugal informa que, em reunião realizada a 6 de outubro de 2017, o Conselho Fiscal e Disciplinar decidiu, por unanimidade, expulsar o associado Paulo Pereira Cristóvão”, informou o clube leonino, esta sexta-feira, em comunicado.
O Sporting acusa Pereira Cristóvão de “violação dos Estatutos e inobservância de vários deveres a que todos os sócios estão obrigados”. A decisão, que produziu efeitos a partir de 17 de outubro, “foi remetida a 13 do mesmo mês ao referido ex-associado, de acordo com a lei, tendo-se constatado que o mesmo se recusou a ser informado da respetiva notificação”.
Segundo o comunicado, “foram já dadas instruções ao departamento de Sócios do Sporting Clube de Portugal para que Paulo Pereira Cristóvão seja eliminado da base de dados do Clube, não obstante já se verificar que o mesmo não cumpria o dever de pagamento de quotas desde Dezembro de 2016”.

Facebook
Twitter
Instagram