Família Ribeiro dos Santos queixa-se que a Associação Cultural e Recreativa das Caxinas reclama a posse de campa doada à família há 42 anos.

Associação reclama posse de campa no cemitério das Caxinas.
Belmiro Salvador Ribeiro dos Santos tinha apenas 15 anos quando morreu, a 3 de novembro de 1975. Foi sepultado no cemitério das Caxinas, Vila do Conde. A lápide à cabeceira da campa não engana: “1.ª sepultura deste cemitério. Oferta do povo das Caxinas”. Agora, a Associação Desportiva, Cultural e Recreativa das Caxinas e Poça da Barca (ADCR) reclama a posse da campa e ameaça “despejar” Belmiro, um irmão e os pais, todos sepultados no mesmo local.

Facebook
Twitter
Instagram