Clube encarnado requereu mandados de detenção em flagrante delito contra o diretor de Comunicação do F. C. Porto.

Os advogados do Benfica têm apresentado requerimentos a pedir a emissão de um mandado de detenção em flagrante delito contra o diretor de Comunicação do F. C. Porto, Francisco J. Marques, mas o Ministério Público (MP) tem olhado para tais pedidos como algo inconcebível e, até agora, não satisfez a pretensão do clube encarnado. A serem atendidos os pedidos, implicaria que o responsável azul e branco pudesse ser detido em direto no programa de televisão que protagoniza às terças-feiras ou no momento a seguir.

Facebook
Twitter
Instagram