A Câmara de Vila Nova de Gaia quer penalizar em 30% no Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) os proprietários de terrenos que não estejam em condições de salubridade, bem como de edifícios abandonados, refere proposta que será votada segunda-feira.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da câmara, Eduardo Vítor Rodrigues, explicou que esta majoração de 30% visa “penalizar quem não cumpre e gera riscos”.
Quanto aos valores de IMI para 2018, o autarca avançou que há uma ligeira descida que corresponde a uma perda de receita na ordem dos 800 mil euros.
“É algo simbólico, mas a minha expectativa é ao longo destes quatro anos, e à medida que melhora a situação da câmara, também conseguir melhorar o impacto nas famílias e assim baixar o IMI”, disse.

Facebook
Twitter
Instagram