A Assembleia-Geral do F.C. Porto aprovou esta segunda-feira o Relatório e Contas Individuais e o Relatório e Contas Consolidadas do clube, referentes ao exercício de 2016/17.

Os dois relatórios, referentes ao período compreendido entre 01 de julho de 2016 e 30 de junho de 2017, registaram quatro votos contra e 33 abstenções, num total de 189 associados presentes.
De acordo com a nota, os resultados líquidos são de 747 mil euros, no respeita às contas individuais, e de 34,262 milhões de euros negativos consolidados, devido ao impacto das contas da F.C. Porto – Futebol, SAD.
Aquele número inclui todas as sociedades do grupo, abrangendo, além da SAD, PortoComercial, PortoEstádio, PortoMultimédia, PortoSeguro, Dragon Tour, EuroAntas, FCP Serviços Partilhados, FCP Media, Avenida dos Aliados e Miragem.
Em termos consolidados, de acordo com a nota, o EBITDA – “cash-flow” operacional medido pelo resultado operacional, líquido de amortizações, perdas de imparidade e provisões – apresenta um valor positivo no exercício em análise, na ordem dos 24,93 milhões de euros.

Facebook
Twitter
Instagram