Podem ter aparecido isolados mas a verdade é esta: não falharam. O FC Porto não marcava tanto nas primeiras dez jornadas da Liga há mais de 60 anos e a dupla Aboubakar-Marega apontou 60% desses golos.

O melhor predicado num jogo de xadrez é a paciência e foi isso que o FC Porto mais teve para conseguir arrancar uma vitória que teria de ser descrita como sofrida se o jogo só tivesse 75′ mas que acabou por ser confortável no final dos 90′ (com 3-0, Marega ainda teve uma bola no poste em período de descontos). O objetivo principal de ganhar o dérbi da Invicta com o Boavista foi conseguido; a consequência natural disso, que era subida à liderança da Primeira Liga, estava confirmada. Mas sobrou muito mais para contar.
Com mais três golos apontados numa jornada onde os principais rivais não foram além de triunfos pela margem mínima, o FC Porto conseguiu chegar aos 28 golos nas primeiras dez jornadas, um registo que os dragões não obtinham há mais de 60 anos (62, para sermos exatos) em termos de Campeonato.

 

Facebook
Twitter
Instagram