Fazer da Assembleia Municipal o local por excelência do debate político e do compromisso democrático da cidade é a prioridade de Miguel Pereira Leite, que hoje foi reeleito para a presidência deste órgão.

Cabeça de lista pelo movimento independente “Rui Moreira: Porto, o Nosso Partido” nas Autárquicas de 1 de outubro, Pereira Leite foi reconduzido no cargo, por votação secreta, por 28 dos 46 deputados municipais. A lista encabeça pelo candidato socialista, Luís Braga da Cruz, recolheu 18 votos.
A assembleia elegeu ainda como 1.º e 2.º secretários da Mesa os deputados Paula Ribeiro de Faria e José Serôdio, ambos da lista “Rui Moreira: Porto, o Nosso Partido”, com 27 votos, recolhendo os candidatos do PS Gustavo Pimenta e Patrícia Faro 19 votos.
Nesta primeira reunião da nova AM, todos os grupos de deputados eleitos usaram da palavra, sendo unânime a aposta na dignificação deste órgão municipal enquanto pilar da democracia e do poder local.
Após ser reeleito, Miguel Pereira Leite manifestou solidariedade ao novo Executivo da Câmara Municipal, que tomara posse ao final da tarde de hoje, e assegurou que exercerá o cargo “sempre no respeito pelo princípio da separação de poderes” e com a isenção e equidistância que lhe são inerentes.
O presidente da AM aproveitou ainda para sublinhar a admiração por Valente de Oliveira – “o melhor exemplo de entrega à causa pública” – e evocar as personalidades desaparecidas de D. António Francisco dos Santos, Miguel Veiga e Paulo Cunha e Silva.

Facebook
Twitter
Instagram