O Ministério Público (MP) acusou 18 pessoas por tráfico de droga, em “ilhas” de Vila Nova de Gaia, no Porto, e posse ilegal de arma, anunciou hoje a Procuradoria-Geral Distrital (PGD) do Porto, na sua página oficial.

Cinco dos 18 arguidos estão em prisão preventiva – medida de coação mais gravosa -, referiu a PGD.

Segundo a acusação, citada na procuradoria, os factos terão ocorrido entre 2013 e 21 de março deste ano e estão relacionados com a aquisição e comercialização de droga, nomeadamente canábis, cocaína, heroína e anfetaminas, a partir de “ilhas” (bairros típicos do Porto) de Vila Nova de Gaia.

Uma das arguidas, com a colaboração próxima de outros dois suspeitos, montou uma rede para o armazenamento e comercialização de droga a partir de várias “ilhas”, aproveitando as características destas que facilitavam esta atividade criminosa, sustentou.

Facebook
Twitter
Instagram