O fogo-de-artifício dos festejos do S. João do Porto começou, este ano, com um atraso de 18 minutos, quebrando a tradição da meia-noite.

A causa, apurou o JN junto da organização da festa, foi uma falha no “posicionamento das embarcações no rio Douro”, que violava o perímetro de segurança necessário ao lançamento do fogo.

Facebook
Twitter
Instagram