A Diocese do Porto anunciou hoje que o papa Francisco nomeou António Augusto de Oliveira Azevedo, de 53 anos, bispo auxiliar, juntando-se a António Taipa e a Pio Alves como titular desse cargo.

“O Papa Francisco nomeou hoje, dia 09 de janeiro de 2016, o Padre António Augusto de Oliveira Azevedo, bispo auxiliar do Porto. Celebremos a gratidão em ação de graças a Deus que concede à Igreja do Porto a bênção de um novo bispo auxiliar e dá ao nosso ministério episcopal mais um irmão dedicado e um colaborador generoso”, congratula-se a Diocese do Porto em comunicado.

Nascido em Avioso, na Maia, distrito do Porto, António Augusto de Oliveira Azevedo teve a sua ordenação presbiterial a 13 de julho de 1986 na Sé Catedral do Porto, sendo professor na Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa desde 2003.

“Nos dois primeiros anos de sacerdócio foi vigário paroquial de Santo Tirso (1986-1988), assumindo função de capelão militar na Força Aérea em 1988. Torna-se conselheiro espiritual das Equipas de Nossa Senhora em 1989, missão que ainda hoje exerce”, acrescenta a biografia disponibilizada pela Diocese do Porto.

Entre 1990 e 2000 foi pároco de Vilar do Paraíso, em Vila Nova de Gaia, que acumulou com a assistência da Pastoral Operária do Porto de 1998 a 2000.

António Augusto de Oliveira Azevedo “exerce o cargo juiz do Tribunal Eclesiástico do Porto desde 2004, ano em que assume a Capelania do Centro Regional do Porto da Universidade Católica Portuguesa (2004-2012)”.

O agora nomeado bispo auxiliar do Porto foi designado reitor do Seminário Maior do Porto em 2012 e responsável pelo acompanhamento dos padres novos em 2015.

“O Padre António Augusto traz para o ministério episcopal o testemunho da sua vida, a generosidade da sua entrega, o valor do seu saber e a serenidade com que mais uma vez acolheu um novo chamamento de Deus”, acrescentou a diocese.

Facebook
Twitter
Instagram