Portugal foi um dos destinos turísticos mais procurados pelos britânicos nas últimas horas, após o anúncio do Governo para aliviar o confinamento em vigor em Inglaterra devido à Covid-19, apesar de os voos com o Reino Unido continuarem interditos.
As transportadoras aéreas easyJet e Jet2.com anunciaram ambas terem registado um aumento de 600% na procura de pacotes de férias em países como Espanha, Portugal e Grécia, apesar de o primeiro-ministro, Boris Johnson, não ter avançado uma data para que deixe de ser proibido viajar para o estrangeiro sem justificação válida.
No plano publicado está escrito que a proibição de viagens ao estrangeiro e restrições na entrada no Reino Unido vão continuar, pelo menos, até 17 de maio, mas Johnson espera receber um relatório até 12 de abril com medidas para permitir o reinício do tráfego aéreo.
O Governo admite “tentar introduzir um sistema que permita a indivíduos vacinados viajarem internacionalmente com maior liberdade”, mas também refere que “qualquer sistema desse tipo levará tempo a ser implementado” e que vai depender dos estudos sobre a eficácia das vacinas e a imunização ser generalizada.
O plano de desconfinamento para Inglaterra tem quatro etapas com pelo menos cinco semanas de intervalo e sujeitas a vários fatores, começando com a reabertura das escolas a 08 de março e culminando no fim de quase todas as restrições em 21 de junho.

Facebook
Twitter
Instagram