Dar resposta à pressão atual que se faz sentir nos hospitais é o objetivo do Centro Distrital de Retaguarda para doentes Covid-19, a instalar no Seminário do Bom Pastor, e que terá, numa primeira fase, capacidade para 50 camas, podendo albergar, se assim for necessário, 80 camas.
O espaço irá “receber doentes em condições de continuar a recuperação fora dos hospitais, mas que não tenham retaguarda ou condições em casa ou nas instituições onde vivem”.
A montagem do centro iniciou-se esta terça-feira, para estar pronto a receber doentes até ao final da semana, adianta Marco Martins, na qualidade de Presidente da Comissão Distrital de Proteção Civil do Porto. Segundo o também autarca de Gondomar, caberá à ARS-Norte sinalizar junto dos hospitais quais os doentes que podem ser transferidos para o seminário, isto para libertar camas nas unidades hospitalares.
“A Proteção Civil do Porto está a agilizar a montagem, juntamente com as autoridades de saúde e com a Segurança Social, considerando que, neste momento, é muito importante avançar para medidas que aliviem os hospitais. Quanto aos recursos humanos, essa matéria estará a ser tratada pela Segurança Social”, conclui o comunicado.

Facebook
Twitter
Instagram