O Rio Ave venceu os turcos do Besiktas e segue para o “play-off” da Liga Europa. Há “uma alegria enorme” no balneário da equipa portuguesa.
“Sem dúvida que neste estádio contra este clube, conseguir uma exibição destas e levar de vencida o Besiktas. Até podia ter sido nos 90 minutos e merecíamos, mas fomos felizes nos penáltis. Penso que é merecido”.
“Sabíamos que o Besiktas ia entrar forte, tivemos algumas dificuldades na primeira parte, ao intervalo tentámos corrigir, com 3 defesas, tivemos mais largura, depois mais espaço para entrar por dentro. Com isso criámos oportunidades de golo, empurrámos o Besiktas para trás e penso que as alterações ao intervalo e no jogo surtiram efeito. Plantel de grande qualidade que temos, com jogadores que dão sempre o máximo”, completou, frisando a grande alegria sentida pelo grupo de trabalho.
“Foi muito difícil, acho que fomos superiores o jogo todo, o Besiktas teve oportunidade e nós também tivemos, com bola fomos superiores, impusemos o nosso jogo. Com o golo catapultámos, a equipa sentiu isso. Ficámos mais fortes, podíamos ter decidido nos 90’, mas pronto lá fomos ao prolongamento e penáltis. Somos justos vencedores”.
“Acreditámos desde que saímos de Portugal que vínhamos para vencer e disputar a próxima eliminatória. É momento importante, quero dedicar a vitória aos adeptos que não podem estar presentes, mas estiveram connosco”.
“Futebol é assim, acho que merecemos ganhar. Desculpa perdi um pouco a voz. Jogámos muito bem, tivemos muitas oportunidades claras para fazer golo mais cedo. Fizemos aos 85, o jogo são 90 e tal. Ganhar aqui nos penáltis é especial”.
“A equipa estava toda muito confiante mesmo antes dos penáltis, com toda a gente com confiança para bater. Ontem treinámos porque temos de treinar isto também”, salienta Augusto Gama, treinador-adjunto.
O Rio Ave eliminou o Besiktas nas grandes penalidades, depois de um empate 1-1 no fim do tempo regulamentar, e vai agora defrontar o AC Milan no “play-off” da Liga Europa.

Facebook
Twitter
Instagram