Candidato da lista A à presidência do FC Porto voltou a abordar o facto de os adeptos não poderem assistir aos jogos nos estádios.
Pinto da Costa, candidato da lista A à presidência do FC Porto, foi o segundo candidato a exercer o seu direito de voto. À saída do Dragão Arena, falou à comunicação social.
“Acho que foi evidente a falta de ritmo das equipas e a falta que o público faz à própria intensidade de jogo. Aconteceram coisas que com estádios cheios não teriam acontecido. Dá a sensação que estão a treinar. Acho negativo e é incompreensível que para ouvir umas piadas possam estar duas mil e tal pessoas e num estádio de 50 mil não possam estar 500”, começou por dizer.
“Acho ridículo. Eles não acham, se calhar não têm noção. Vamos assistir a um camarote de 126 lugares ter 10 pessoas. É realmente ridículo. O Presidente da República e o Primeiro-Ministro estiveram no Campo Pequeno e nada disso acontece. Querem fazer do futebol uma cobaia e não têm a mínima noção do que isto é”, continuou, antes de falar da luta pelo campeonato.
“Título em disputa até ao final? Não tenho dúvida nenhuma, será até ao final. Todos os clubes vão perder pontos. Quem perder menos será campeão, isso é La Palice”.

Facebook
Twitter
Instagram