Os 81 novos autocarros movidos a gás natural, adjudicados por 19,5 milhões de euros pela Sociedade de Transportes Coletivos do Porto (STCP), devem começar a circular, de forma faseada, a partir de setembro, revelou hoje a empresa.
A STCP esclareceu que o concurso para entrega de 81 viaturas destinadas a renovar a frota terminou no fim de outubro de 2019, com a decisão de adjudicar o fornecimento, prevendo-se que os autocarros “comecem a circular, de forma faseada, entre setembro de 2020 e outubro de 2021″.
Entretanto, em maio, terminou o concurso para aquisição de cinco viaturas 100% elétricas e as duas propostas recebidas “estão em fase de análise e seleção”, apontando-se a entrada na frota da STCP para entre “junho e outubro de 2021″.
De acordo com a STCP, dos 81 autocarros a gás, 19 têm cerca de 3,4 metros de altura e os restantes 62 são de tipologia ‘low-flor”, com altura de cerca de 3,2 metros.
“A STCP tem viaturas de diferentes tipologias no sentido de responderem a necessidades específicas, quer em termos de procura de passageiros, quer em termos de locais de passagem”, justifica a empresa.
Estes 81 autocarros a gás e os cinco elétricos foram alvo do segundo concurso lançado pela STCP para a renovação da sua frota.
No final de 2021, quando todas as viaturas tiverem sido entregues, a empresa terá renovado “64% da frota, num total de 269 viaturas”.
Num primeiro concurso, lançado em abril de 2017, foram compradas 188 viaturas, das quais 173 autocarros a gás e 15 elétricos.
Segundo a STCP, no fim de maio, estavam em circulação a totalidade dos autocarros elétricos e 115 dos a gás natural.
As restantes 58 viaturas devem ser entregues no “terceiro trimestre” deste ano.
Este concurso diz respeito a 173 autocarros de cerca de 3,5 metros de altura e de 15 com cerca de 3,2 metros de altura.
O investimento, de 46,7 milhões de euros, recebeu um financiamento comunitário “superior a 13 milhões de euros”.

Facebook
Twitter
Instagram