Saber distinguir entre uma notícia verdadeira ou falsa, uma informação que faz ou não sentido. A associação Academia Cidadã quer trabalhar a frágil linha que separa a realidade e a ficção, colocando jovens a desenvolver um videojogo sobre a empresa fictícia “Aquacultura de Sereias Lda”.
Vamos imaginar que existe uma empresa que promete vender sereias – cabelo de sereia, barbatana de sereia e outras partes desta figura do mar. Acreditamos ou não?
Para abordar o tema, o projeto da associação propõe a criação de “uma empresa falsa que vende diversos produtos, obviamente ótimos para a saúde nos mercados municipais ao lado dos vendedores normais”.
O videojogo vai ser construído por jovens em contexto escolar e partindo da base de uma empresa falsa, conta, “vão aparecendo notícias falsas enquanto jogam”.
O intuito do programa é dar aos jovens ferramentas para desmontarem notícias falsas, pois interessa que “as pessoas comecem a ficar mais alertas para esta noção de fake news“.
“As pessoas são bombardeadas com informação, tudo pode ser verdade, mas podemos ouvir uma coisa, acreditar e seguir este tipo de comportamento por causa disso”, justifica.
Além do videojogo, a Academia Cidadã vai realizar ações de literacia mediática e campanhas de sensibilização, incluindo um teatro de rua.
O projeto arrancou em janeiro de 2020 e termina no final do ano.

Facebook
Twitter
Instagram