Esta mostra permite aos participantes explorar as vivências e os rituais das primeiras comunidades humanas, em cada um dos cinco continentes, é a proposta de Culturas e Geografias. Esta exposição reúne, pela primeira vez em oito décadas, as 250 peças de arqueologia e etnografia pertencentes ao acervo museológico e artístico da Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP), na sua primeira fase de existência (1919-1931). Estas peças, que estavam distribuídas por outros museus da universidade, reúnem-se agora nesta mostra integrada nas comemorações do centenário da FLUP.
Segundo o comunicado da instituição, as peças foram, nessa altura, colocadas à guarda do Museu de Arqueologia Histórica da FLUP e devolvidas à Alemanha oito anos após o Armistício, em 1926. Em troca recebemos “um vasto espólio de peças históricas do Museu de Berlim, originárias de distintas culturas e geografias, remontando às primeiras civilizações da história da humanidade”. Estas e outras poderão agora ser vistas até 19 de Julho no Museu de História Natural e da Ciência da Universidade do Porto, junto ao jardim da Cordoaria.
A exposição Culturas e Geografias foi organizada em parceria com o Museu Nacional de Soares dos Reis.

Facebook
Twitter
Instagram