A presidente da Câmara de Matosinhos disse hoje ter pedido uma “reunião urgente” à Administração dos Portos do Douro e Leixões (APDL), depois da “surpresa” do anúncio da adjudicação do prolongamento do quebra-mar do Porto de Leixões.
“A câmara viu com grande surpresa e estranheza a APDL anunciar que a adjudicação da empreitada [do quebra-mar] está prevista para fevereiro porque não sabia. Também lamenta ter sabido desta forma [através da comunicação social]”, afirmou Luísa Salgueiro.
Na quinta-feira, a APDL revelou que o concurso para o prolongamento do quebra-mar do Porto de Leixões recebeu duas propostas e que a adjudicação da empreitada está prevista para fevereiro.
Luísa Salgueiro (PS) exigiu explicações para se poder pronunciar sobre a adjudicação, acrescentando que os representantes da autarquia no grupo de acompanhamento do prolongamento do quebra-mar, criado para estudar e analisar os impactos desta empreitada, não tiveram qualquer informação.

Facebook
Twitter
Instagram