A dupla germânica HARTMANNMUELLER apresenta a performance “in noT” na Galeria Municipal do Porto, pelas 21,30 horas deste sábado, com entrada livre até à lotação do espaço.

A performance, que integra a exposição “Estar vivo é o contrário de estar morto”, lança um olhar íntimo sobre a existência humana. Através de um espaço definido por meio de ações precisas, em que os HARTMANNMUELLER brincam com a percepção do tempo com imagens elaboradas, é construída uma situação em que o corpo é conectado a uma escultura e onde o público experimenta metamorfoses imprevistas dos corpos.

Fundada em 2011, HARTMANNMUELLER é composta por Simon Hartmann e Daniel Ernesto Mueller, que se conheceram durante os seus estudos em dança contemporânea na Universidade de Artes Folkwang, em Essen. Eles acreditam que o corpo é o meio ideal de expressão e pode ser usado na sua totalidade, de forma quase ilimitada, no sentido da performance no palco.

“Estar vivo é o contrário de estar morto” tem curadoria de Guilherme Blanc e Luísa Saraiva e reúne um conjunto de obras performativas, pictóricas e fílmicas que propõem uma reflexão sobre a relação do ser humano com o meio natural e um questionamento sobre o estado de vulnerabilidade de todos os seres vivos no contexto de diversas dinâmicas contemporâneas.

Até ao final da exposição (17 de novembro), serão ainda apresentadas as performances “In Freundschaft”, de Karlheinz Stockhausen e interpretada por Pedro Silva, nos dias 26 de outubro e 16 de novembro às 16,30 horas; “oh!rage”, de Calixto Neto, no dia 4 de novembro às 19 horas e integrada no Fórum do Futuro 2019; e “Antropocenas”, de Rita Natálio e João dos Santos Martins, no dia 14 de novembro às 19,30 horas.

A exposição tem entrada livre e pode ser visitada de terça-feira a sábado, entre as 10 e as 18 horas, e ao domingo entre as 14 e as 16 horas.

O programa completo da Galeria Municipal do Porto pode ser consultado AQUI.

Facebook
Twitter
Instagram