Central uruguaio destacou-se pela negativa: fez três penáltis durante o jogo, todos eles aproveitados pela equipa de Carlos Carvalhal para regressar a Vila do Conde com os três pontos no bolso. Famalicão é líder isolado.

O treinador do Rio Ave tinha prometido ir a Alvalade disputar o jogo e ter bola e conseguiu-o perante alguma passividade do Sporting em certos momentos. O triunfo por 3-2 é merecido pela atitude e pelo futebol mostrado. Os vila-condenses tiveram mais posse de bola e foram sempre uma equipa perigosa no ataque. Que o diga Coates. O central uruguaio teve um a noite para esquecer. Acabou o jogo expulso depois de fazer três grandes penalidades sobre Mehdi Taremi.
A equipa de Vila do Conde chegou à vantagem aos seis minutos, numa penalidade cometida por Coates sobre Taremi e convertida por Filipe Augusto. Depois foi a vez do capitão Bruno Fernandes – imune aos rumores de saída para o Real Madrid – tirou mais um coelho da cartola e empatou o jogo com um grande remate aos 20 minutos
A última meia hora da primeira parte foi a melhor fase do jogo para os leões, que criaram alguns lances de muito perigo junto à baliza do Rio Ave, aos 25, 29 e 45 minutos, mas a equipa do Rio Ave nunca deixou de ser atrevido e foi com alguma justiça que as equipas foram para o intervalo empatadas.
No regresso Luiz Phellype (53′) deu a volta ao marcador. O avançado que chegou a Alvalade como suplente de Bas Dost (saiu para o Eintracht Frankfurt) e demorou a convencer os adeptos, tem sido aposta segura de Keizer e tem correspondido. Nesta temporada, em quatro jogos jogos, o brasileiro marcou dois golos e fez uma assistência.
Depois o Sporting baixou as linhas e passou a querer gerir o 2-1, perante um Rio Ave bem estruturado, com bons jogadores e sem receio de jogar cara a cara. E numa altura em que o jogo parecia caminhar para mais um triunfo sofrido dos leões o jogo transformou-se num verdadeiro pesadelo para a equipa lisboeta, com mais duas penalidades para os visitantes, que deram nova volta ao marcador. Aos 83 minutos Taremi volta a entrar em ação e obriga Coates a cometer nova grande penalidade, desta vez transformada por Ronan (86).
Com o resultados em 2-2 Acuña teve o 3-2 na cabeça, mas acertou no poste! Um falhanço que viria a ser fatal, já que logo os leões sofreriam novo penálti. Mais uma vez Taremi e passar por Coates, que recorre à falta para o derrubar. Desta vez o uruguaio acaba expulso e Filipe Augusto volta a bater Renan e faz o 3-2 final (90’+1′).
A derrota do Sporting deixa os leões no terceiro lugar do campeonato com sete pontos, menos três do que o agora comandante isolado Famalicão, enquanto os vila-condenses sobem ao sétimo posto com seis pontos, mas contam menos um jogo.

Facebook
Twitter
Instagram