O primeiro-ministro, António Costa anunciou esta manhã o fim da crise energética às 24 horas de hoje, após uma reunião na entidade para o setor energético em Lisboa.

António Costa adiantou que será realizado um Conselho de Ministro eletrónico às 09:00 de hoje para declarar o fim da crise energética, acionado na sequência da greve dos motoristas.
O chefe de Governo estimou ainda ser possível extinguir a rede REPA exclusiva e aumentar o limite de consumo de combustível para o publico em geral para 25 litros.
O Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) anunciou no domingo que decidiu desconvocar a greve que se iniciou na segunda-feira, dia 12.
A decisão, anunciada pelo presidente do SNMMP, Francisco São Bento, foi tomada durante um plenário de trabalhadores do sindicato, que decorreu no domingo à tarde em Aveiras de Cima.
O Governo confirmou hoje que está marcada uma reunião a realizar terça-feira no Ministério das Infraestruturas e Habitação, em Lisboa, com vista à retoma das negociações.

Facebook
Twitter
Instagram