Está a decorrer, até 21 de agosto, um espetáculo com mais de 400 atores e figurantes, na quinta edição do espetáculo “Um porto para o Mundo”, considerado o maior teatro de rua feito em Portugal, que se realiza em Vila do Conde.

“Vento Forte, Vento Norte” é o tema da edição de 2019,narrada por Siroco, na mitologia grega o deus responsável pelo vento noroeste e pelo Guardião das Memórias. Entre livros e recordações, a construção naval dos séculos XV ao XX , a viagem de circum-navegação de Fernão de Magalhães, a fé em Nossa Senhora da Guia e a luta de homens e mulheres pela sobrevivência, são memórias que ganham vida na interpretação de mais de 400 atores que se desdobram em centenas de personagens”, lê-se no portal da Câmara de Vila do Conde.
De referir que o teatro de rua é representado pela própria comunidade vilacondense.
“Um porto para o Mundo” é uma iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Vila do Conde, em coprodução com a Companhia Lafontana – Formas Animadas, que engloba este evento no âmbito da candidatura da construção naval em madeira feita à UNESCO e que pretende envolver toda a comunidade.
“É um dos grandes projetos do nosso concelho, que tem como base na nossa identidade cultural, porque vamos buscar as raízes da história para contá-la aos milhares de pessoas que aqui vêm assistir ao espetáculo”, disse a presidente da câmara, Elisa Ferraz.

Facebook
Twitter
Instagram