Comunistas acusam o Governo de ter “objetvos políticos obscuros”.

Em comunicado, os comunistas dizem que a medida procura atingir mais a população que os patrões e acusam o Governo de “obscuros objetivos políticos”.
O PCP relembra também o Contrato Coletivo de Trabalho acordado no ano passado entre a FECTRANS e a ANTRAM que diz ter contribuído para o “legítimo descontentamento dos trabalhadores” que cumprem hoje o segundo dia de greve.

Facebook
Twitter
Instagram