Eric Drouet e o luso-descendente Jérôme Rodrigues foram identificados e detidos pela polícia francesa ainda antes do início da parada militar que assinalou este domingo o Dia da Bastilha.

A polícia terá justificado que estes três membros do movimento coletes amarelos estariam a participar numa manifestação interdita pelas autoridades, segundo diversos meios de comunicação franceses.
Tendo em vista a parada militar e a possibilidade de degeneração de uma manifestação durante o evento, as autoridades francesas proibiram protestos nos Campos Elísios neste domingo.
Após passar as tropas em revista na célebre avenida parisiense, acompanhado pelo Chefe do Estado Maior, Macron dirigiu-se à tribuna presidencial na praça da Concórdia, onde o esperavam muitos dirigentes europeus, entre os quais a chanceler alemã, Ângela Merkel, e o Presidente Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa.

Facebook
Twitter
Instagram